Os principais problemas sociais do Brasil

Educação ambiental e social

Nosso país é muito grande e possui inúmeras riquezas tais como: extensas áreas de florestas, cerrados e campos, importantes reservas de minérios, grande número de rios e terras férteis para plantar.

Mesmo com todas estas riquezas não estamos livres dos problemas sociais, que acontecem em todas as regiões do país, sendo sua maior concentração nas grandes cidades, pelo fato do rápido crescimento gerado pelo êxodo rural (deslocamento do campo para as cidades). Dessa forma, faltam: moradias, hospitais, escolas e empregos.

Diversos fatores contribuem para os problemas sociais e muitas vezes um problema esta associado ao outro, tornando mais complexa à solução e sendo necessário o envolvimento dos mais diversos setores da sociedade.

Corrupção política

Os atos de corrupção praticados pelos políticos são considerados além de crime um problema social, devido afetar diretamente a população brasileira.

As fraudes públicas custam ao país bilhões de dólares por ano. Elas ocorrem quando governantes, funcionários públicos e pessoas do setor privado usam o dinheiro dos impostos para se beneficiar e enriquecer.

O desvio de dinheiro dos cofres públicos pelos corruptos prejudica principalmente a população mais pobre do país. Esse dinheiro, que deveria ser investido na construção de casas populares, no saneamento básico, em educação, na melhoria de hospitais públicos e nos transportes, é transferido para a conta bancária de alguma pessoa ou de um grupo.

A corrupção custa muito caro à população de um país. Como exemplos, há alguns anos, na construção do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo e na compra de ambulâncias para alguns municípios brasileiros, foram desviados cerca de 240 milhões de reais dos cofres públicos. Essa quantia seria suficiente para construir 200 mil casas populares, que abrigariam 800 mil pessoas.

Quando ocorre esse desvio, muitas melhorias em portos, estradas, escolas, universidades, postos de saúde, etc. não são feitas, contribuindo para o atraso econômico do país e a manutenção da pobreza.

Mas a corrupção não existe só entre os políticos. Quando alguém suborna um funcionário público para conseguir favores do governo também está sendo corrupto. Assim, precisamos estar atentos para não praticar atos corruptos, nem permitir que os outros pratiquem.

Educação

O Brasil não cumpre o preceito constitucional de assegurar educação de qualidade a todos os jovens e crianças.

Nem todas as escolas públicas brasileiras têm as condições adequadas para que os alunos estudem.

O atraso escolar, causado principalmente pelo ingresso tardio no colégio, pela repetência e pelo abandono, é um problema que persiste no país.

Sem estímulos, muitos estudantes abandonam a escola antes de completar a formação básica, o que no futuro dificultará sua entrada no mercado de trabalho.

Segundo dados da UNESCO, Países ricos investem 71% a mais no ensino fundamental que o Brasil.

Somente se pusermos a educação no centro das políticas, o Brasil terá como romper o ciclo de pobreza e exclusão.

Exclusão social

Aproximadamente 25% da população brasileira não têm acesso à moradia, educação, saúde, emprego e alimentação dignos de um cidadão.

Esse grande número de brasileiros sofrem a chamada exclusão social, isto é, eles não têm acesso às condições mínimas previstas na constituição brasileira.

O fator responsável por este quadro é a má distribuição de renda entre a população, ou seja, poucos têm muito e muitos têm pouco.

Mercado de trabalho

São milhões de brasileiros procurando emprego.

Muitos têm poucas chances de conseguir um, porque têm baixa escolaridade e, assim, não estão qualificados para ocupar as vagas disponíveis.

Para sobreviver, grande parte dos desempregados faz o chamado "bicos", ou seja, pequenos serviços que rendem pouco dinheiro (ambulantes, carregadores, diarista etc). Esse tipo de ocupação é denominado subemprego.

Saneamento básico

Saneamento básico é o conjunto de medidas que visam à saúde e à qualidade de vida da população. São elas: tratamento e distribuição de água, coleta e tratamento de esgoto e lixo, limpeza e preservação de rios, represas e praias.

Um sistema adequado de coleta e tratamento de água, lixo e esgoto é importante para proteger a saúde da população evitando a proliferação de doenças.

Apesar da importância do saneamento básico, apenas 51% dos brasileiros dispunham desse serviço. Os 49% restantes estão mais sujeitos a contrair doenças, pois vivem em lugares sem saneamento básico. Além disso, são esses 49% que menos dispõem dos serviços de saúde pública, que são precários.

A taxa de mortalidade entre crianças de 1 a 6 anos nas áreas que não têm coleta de esgoto é maior do que nas áreas que dispõem desse serviço.

A boa notícia é que o número de brasileiros atendidos pelo saneamento básico vem aumentando. Porém o país ainda terá de investir muito por mais vinte anos para atender a toda a população.

Violência

A violência se manifesta por meio da tirania, da opressão e do abuso da força. Ocorre do constrangimento exercido sobre alguma pessoa para obrigá-la a fazer ou deixar de fazer um ato qualquer.

Ela se apresenta nas mais diversas configurações e pode ser caracterizada como violência contra a mulher, a criança, o idoso, violência sexual, política, violência psicológica, física, verbal, dentre outras.

A violência, em seus mais variados contornos, é um fenômeno histórico na constituição da sociedade brasileira. A escravidão (primeiro com os índios e depois, e especialmente, com a mão de obra africana), a colonização mercantilista, o coronelismo, as oligarquias antes e depois da independência, somados a um Estado caracterizado pelo autoritarismo burocrático, contribuíram sobremaneira para o aumento da violência que atravessa a história do Brasil.

Diversos fatores colaboram para aumentar a violência, tais como a urbanização acelerada, que traz um grande fluxo de pessoas para as áreas urbanas e assim contribui para um crescimento desordenado e desorganizado das cidades. Colaboram também para o aumento da violência as fortes aspirações de consumo, em parte frustradas pelas dificuldades de inserção no mercado de trabalho.

As causas da violência são associadas, em parte, a miséria, fome, desemprego e corrupção, uma das piores chagas brasileiras. Mas nem todos os tipos de criminalidade derivam das condições econômicas. Além disso, um Estado ineficiente e sem programas de políticas públicas de segurança, contribui para aumentar a sensação de injustiça e impunidade, que é, talvez, a principal causa da violência.

Educação ambiental e social

Dicas e atitudes sustentáveis que Colaboram na formação dos cidadãos de amanhã.

Descarte de material

Para onde e como encaminhar o que não têm mais utilidade?

Processo de reciclagem

A importância da reutilização de resíduos.

Meio ambiente

Como está a situação do Brasil neste tema?